Artigos New Cash

Bitcoin: a solução para um problema de computação distribuída

Aqueles que desejam entender o Bitcoin e as Criptomoedas de uma forma um pouco mais técnica devem saber que ao falarmos desse fenômeno tão interessante quanto complexo estamos nos referindo, primeiro de tudo, ao mundo da computação avançada. Entretanto, o ideal é que consigamos esclarecer algumas questões em um nível que mesmo pessoas sem formação ou atuação profissional na área da informatica sejam capazes de compreender, pelo menos em termos introdutórios.

Diante desse contexto, apresentamos a ideia de que o Bitcoin é uma solução genial e inovadora para um grave problema em redes distribuídas, mas alguém pode se perguntar, como assim?

Vamos estabelecer primeiro que uma rede de computadores pode ser, centralizada ou descentralizada/distribuída. A diferença entre elas é que a rede centralizada é desenhada de tal forma a manter servidores e autoridades centrais para construir e gerenciar tudo o que ocorre nessa determinada rede. Por outro lado, a rede descentralizada/distribuída é desenhada para construir e gerenciar tudo o que ocorre nessa rede sem o recurso a servidores ou autoridades centrais.

Topologias-de-rede-VGA.jpg

Ocorre que governar redes centralizadas é imensamente mais fácil do que fazê-lo de forma descentralizada. Os desafios da computação distribuída são bastante complicados e até meados de 2008 não havia solução prática para alguns de seus problemas mais agudos, e então Satoshi Nakamoto publicou o whitepaper do Bitcoin oferecendo ao mundo um sistema distribuído que tem a capacidade de criar e manter um sistema de governança consensual em uma rede distribuída.

Andreas Antonopolous em seu livro “Mastering Bitcoin”, p. 4-5 diz que

“A invenção de Satoshi Nakamoto é uma solução nova e prática para um problema em computação distribuída conhecido como “o problema dos generais bizantinos”. Em resumo, o problema consiste na tentativa de se concordar sobre determinado curso de ação ou sobre o estado de um dado sistema trocando informações a partir de uma rede não confiável e potencialmente comprometida. A solução de Satoshi Nakamoto, que usa o conceito de Prova-de-Trabalho para atingir o consenso sem uma autoridade central confiável, representa uma quebra de paradigma em computação distribuída e tem uma ampla aplicabilidade além da moeda. Ela pode ser usada para atingir o consenso em redes descentralizadas para provar, por exemplo, a justiça das eleições, loterias, registros de ativos, notarização digital, e muito mais.

A forma prática como Satoshi resolveu tais dilemas é relativamente difícil de ser explicada para um público não-técnico, mas a capacidade de vislumbrar os conceitos a respeito dos quais aqui estamos trabalhando pode ser um primeiro passo para que o leitor venha a se interessar nesses aspectos e conhecê-los mais profundamente.

estudando bitcoin e criptomoedas.jpg

Conceitos como “rede distribuída”, “algoritmo de consenso”, “blockchain”, “mineração de criptomoedas” e muitos outros estão intimamente relacionados para oferecer as respostas técnicas que muitos estão buscando. Já há excelentes materiais em texto, vídeos, podcasts e cursos para que as pessoas busquem mais conhecimento sobre isso.

A New Cash aposta na revolução do Bitcoin e das moedas digitais descentralizadas e, por isso, faz questão de trazer mais conhecimento aos seus clientes.