New Cash Notícias

Criptomoedas não oferecem nenhum perigo para as finanças globais

Global-finances.jpgEm um comunicado à imprensa emitido em 16 de julho através de seu site, o Conselho de Estabilidade Financeira (FSB, sigle em inglês) anunciou que as criptomoedas não representam uma ameaça para o sistema financeiro global.

PARCEIROS DO FSB PARA MONITORAR AS CRIPTOMOEDAS

O objetivo do anúncio foi informar os Ministros das Finanças e os Governadores dos Bancos Centrais do G20 sobre as atividades do FSB relativas ao emergente setor das criptomoedas. De acordo com o comunicado de imprensa, o FSB está trabalhando em conjunto com o Comitê de Pagamentos e Infra-estruturas de Mercado (CPMI).

Tanto o FSB quanto a CPMI colaboraram para desenvolver uma estrutura para suas atividades de supervisão no mercado de câmbio virtual. Os dois órgãos também visam monitorar o impacto das moedas virtuais no setor financeiro global.

AS CRIPTOMOEDAS NÃO AMEAÇAM AS FINANÇAS GLOBAIS

O FSB também afirma que as moedas virtuais não representam perigo imediato para a estabilidade das finanças globais. Na verdade, o presidente Mark Carney fez a mesma observação na preparação da cúpula do G20 de março de 2018 em Buenos Aires, Argentina. No entanto, a FSB acredita que o monitoramento robusto do mercado é necessário, tendo em vista a natureza acelerada em que a tecnologia está se desenvolvendo.

Os canais de transmissão no mercado são de importância primordial para o Conselho. Para esse fim, o FSB começou a criar uma estrutura de monitoramento que permitirá avaliar o tamanho e o crescimento do mercado de criptomoedas. Com isso, a diretoria espera poder determinar os efeitos da riqueza da classe de ativos em moeda virtual emergente.

MONITORAMENTO DE CRIPTOMOEDAS EM ESCALA INTERNACIONAL

O esforço liderado pelo FSB é o mais recente em uma tendência emergente de regulamentações de criptomoedas em escala internacional. Desde o boom do mercado de 2017, os governos em todo o mundo parecem ter despertado de seu sono ambivalente sobre a indústria de moedas virtuais descentralizadas.

A União Europeia tem estado na vanguarda dos esforços para regularizar as criptomoedas em todos os seus estados membros. Recentemente, também a Receita Federal dos Estados Unidos (IRS) anunciou a criação de uma coalizão internacional para combater crimes fiscais com moeda virtual.

Fonte da notícia: https://bitcoinist.com/cryptocurrencies-pose-no-threat-to-global-finance-but-require-vigilant-monitoring-says-fsb/