Artigos New Cash

Internet: arquitetura técnica = arranjo de poder!

No livro de Laura DeNardis, “A guerra global pela governança da internet“, p. 9, se diz que “mudar a arquitetura da tecnologia muda as políticas que ela constrói, e cria possibilidades tanto para novas formas de governança como para resultados inesperados. A natureza às vezes esotérica desses mecanismos técnicos de governança que mantêm a internet operando engana a substantiva política pública incorporada nesses mecanismos. Um tema abrangente desse livro é como os arranjos de arquitetura técnica são também arranjos de poder“.

global war.jpg
capa do livro

A maioria das pessoas usa a internet, mas não faz ideia de como ela funciona na prática. Entretanto, é um pouco difícil entender o Bitcoin e das Criptomoedas sem dar uma olhada um pouco mais de perto em como a rede mundial de computadores funciona e é “governada”.

Arquiteturas centralizadas na tecnologia da internet criam modelos centralizados de governança, da mesma forma como arquiteturas descentralizadas criam (ou pelo menos possibilitam) governança descentralizada. Essa, em grande medida, é a mais importante relação entre a internet e o Bitcoin e as demais Criptomoedas descentralizadas.

O alerta do parágrafo de abertura desse texto se direciona a chamar a atenção das pessoas a aspectos poucos notados pela maioria delas. Uma arquitetura de tecnologia é uma política de governança. Exemplo. Se para acessar a internet, todas as pessoas devessem oferecer todos os seus dados a um único agente centralizador de dados, então essa própria tecnologia seria um “sistema de governo”. Qualquer aspecto técnico que possibilite o acesso à internet, portanto, se traduz em uma espécie de governo.

Ocorre que apesar da internet ser “centralizada” em muitos de seus rincões, sua estrutura geral é (ou permite) uma rede descentralizada. Essa é a característica de ouro no sistema tecnológico (e de governo) que possibilitou a existência do Bitcoin como sistema de dinheiro eletrônico p2p, ou seja, descentralizado. Sem essa arquitetura técnica da forma como ela é, não existiria essa possibilidade de governança descentralizada que existe.

A internet mudou o mundo e o Bitcoin é o “resultado inesperado” que surge a partir de novas possíveis formas de governo. Agora, a única forma de parar o Bitcoin seria parar a internet, mas como a WEB se tornou parte essencial e indissolúvel da vida contemporânea, a internet certamente não vai desaparecer, nem o Bitcoin.