Artigos Bitcoin New Cash Segurança

Em quais riscos o investidor em Criptomoedas incorre?

As pessoas e empresas sérias e responsáveis na área das criptomoedas sempre alertam as pessoas em geral de que elas devem estar cientes dos “riscos” envolvidos nessa área caso queiram se tornar investidoras nesse mercado.

Esse alerta é válido e deve ser sempre reafirmado, mas nem sempre as pessoas que o ouvem têm dimensões mais palpáveis para entender esses riscos. Pensando nisso, decidimos explicar de forma simples e rápida os principais riscos que as pessoas correm ao investir nesse mercado.

1- Risco em relação ao preço

No universo do Bitcoin e das Criptomoedas não existe nenhuma entidade central capaz de definir qual seja o preço “justo” de uma moeda digital descentralizada. Aliado à dinâmica de um livre mercado baseado na oferta e na demanda, essa característica é que torna o Bitcoin suceptível às variações de preço pelos quais ele passa no dia a dia. Essa volatividade é que abre as oportunidades de lucre nesse mercado, mas também fundamenta o risco de que a moeda venha a cair e ter seu preço diminuído provocando prejuízo ou perda da capacidade financeira do investidor em relação ao momento inicial de seu investimento.

down_arrow_riscos_bitcoin.jpg

Há formas de entender essa volatividade e de tentar minimizar os riscos inerentes a ela, mas é impossível se posicioar acima de qualquer risco nesse mercado, de forma que qualquer investidor deve avaliar por si mesmo o perfil de risco das moedas digitais e decidir se deseja ou não arriscar perder dinheiro em nome das oportunidades de ganhar dinheiro que esse mercado oferece.

2- Risco em relação ao mal uso devido a dificuldade técnicas

O Bitcoin nasceu numa comunidade de experts em tecnologia e até ele se tornar mais amigável ao usuário “comum” deve demorar algum tempo ainda. Além disso, as moedas digitais representam uma mudança de paradigma em relação ao sistema financeiro e ao uso que as pessoas fazem do dinheiro, especialmente no que tange à segurança da informação.

bitcoin riscos.jpg

As pessoas estão acostumadas com uma senha de 4-6 dígitos de suas própria escolha para usarem seus cartões de débito ou crédito, aliados à biometria ou senha de letras de três opções. Além disso, em caso de perda da senha a pessoa vai à sua agência e troca a senha e é isso! Tudo certo. No outro espectro da realidade, as moedas digitais em geral são movimentadas por senhas que consistem em longos endereços alfanuméricos não escolhidos pelas pessoas (exemplo: 1hXushebVf35q7ayxbaj9jh&8ueb4sj) e que serão perdidas para sempre em caso do usuário não armazená-las corretamente. Assustador, não? Talvez.

A liberdade financeira que as moedas digitais trazem ao mundo vem ao custo da educação tecnológica e econômica do investidor para que seu potencial seja plenamente usufruido. É natural que o sistema ainda passe por adaptações a fim de se tornar de mais fácil uso às pessoas em geral em todo ponto em que não houver perda da segurança para isso, mas todos devem estar cientes de que má utilização técnica pode conduzir a indisponibilidade ou mesmo perdas de fundos.

3- Risco em relação ao sistema de forma mais ampla

Haverá uma moeda digital que superará o Bitcoin e fará com que ele venha a valer zero depois do seu surgimento? Haverá alguma falha ainda a ser descoberta no sistema que simplesmente destrua seu valor após sua descoberta? Haverá alguma forma de bancos, governos ou empresas multinacionais conseguirem criar obstáculos intransponíveis para a adoção dessa tecnologia pelas pessoas fazendo com que sua utilidade seja reduzida a nada, derrubando seu valor irremediavelmente? Muitas perguntas semelhantes a essas poderiam ser feita, mas ninguém sabe a resposta para nenhuma delas.

bitcoin falha riscos.jpg

Portanto, apesar do Bitcoin e das Criptmoedas funcionarem excelentemente bem hoje, existe o risco de que essa tecnologia não tenha o futuro brilhante que alguns imaginam que ela terá. Naturalmente, podemos discutir os cenários mais ou menos prováveis dadas inúmeras realidades tecnológicas em perspectiva presente e futura e decidirmos que tais cenários são muito pouco prováveis na prática, mas em teoria tudo é possível.

Conclusão

As moedas digitais descentralizadas são um avanço extraordinário em termos de tecnologia e liberdade financeira. Os riscos, porém, devem ser claramente admitidos e todos dentro desse ecossistema devem trabalhar para minimizá-los. Toda pessoa que pensa em investir desse entender tais e tais questões e assumir sua estratégia em busca de seus lucros, mas nunca desconderando os riscos.

Acesse: https://newc.com.br