Artigos New Cash Textos

O Bitcoin e a inteligência coletiva

É inegável que a sociedade que hoje conhecemos é fruto de milênios de desenvolvimentos em torno de tecnologias desde as mais rudimentares até as mais avançadas. É inegável que as gerações posteriores se aproveitaram do que foi estabelecido e criado anteriormente para levar adiante as transformações que nos permitem hoje, dentre tantas coisas, morar e trabalhar em arranha-céus, andar de carro e a nos conectar com o mundo todo pelo telefone celular. Ninguém criou todas essas coisas sozinho ou da noite pro dia.

Essas convicções me fazem lembrar da busca pela “pessoa” de Satoshi Nakamoto.

Há pouco tempo atrás um dos perfis usados por Satoshi previamente foi utilizado (provavelmente por um hacker) para adicionar um brasileiro à lista de amigos do anônimo mais famoso do mundo. O fato gerou curiosidade e questionamentos sobre se Satoshi está vivo e ativo no mercado do Bitcoin.

Mas antes de questionarmos se Satoshi está vivo e ativo é bom questionar se ele existe como pessoa. Conquanto existam muitas teorias que tentam identificar a pessoa de satoshi a alguns proeminentes nomes da criptografia no mundo, não são poucos aqueles que acreditam que Satoshi é o codinome de um grupo composto de várias pessoas.

Seja como for, ainda que Satohi seja uma pessoa singular, certamente ele criou o Bitcoin em cima de muitos outros avanços nas áreas da computação e da criptografia realizados por outros, de forma que o Bitcoin, ainda que sistematizado por uma só pessoa, permanecerá sendo o fruto da inteligência coletiva humana, que se desenvolve há milênios entre as pessoas e que agora se cristaliza na moeda digital descentralizada mais importante do mundo.

É também interessante pensar que o Bitcoin é fruto dessa inteligência coletiva, mas dentro de um espectro dos seres humanos que buscou e ainda busca arduamente usar as redes computacionais para distribuir e descentralizar o poder até então fortemente concentrado em termos políticos e econômicos. Portanto, a base da inteligência coletiva por detrás do Bitcoin é libertária e flui na direção da construção de um mundo de maior liberdade aos seres humanos.

Acesse: https://newc.com.br