Artigos New Cash Textos

A Blockchain, o desenvolvimento da sociedade e as moedas não-monetárias

Melanie Swan, em seu livro “Blockchain: blueprint for a new economy”, p. 76-77 afirma que:

A multiplicidades de altcoins (moedas alternativas, em português) é apenas uma das expressões da multiplicidade de moedas no mundo moderno. Mais abrangentemente, estamos vivendo em uma sociedade multi-moedas com todos os tipos de moedas monetárias ou não-monetárias. Em primeiro lugar, há uma multiplicidade de moedas no sentido das moedas monetárias, uma vez que há tantas moedas fiduciárias diferentes (EURO, DÓLAR, YEN, REAL etc.). Em segundo lugar, há também moedas não fiduciárias e não baseadas na tecnologia da Blockchain, como pontos de cartão de crédito e milhas aéreas, estimativas dizem que existem cerca de quatro mil dessas moedas no mundo. E agora existem uma multiplicidade de criptomoedas baseadas em Blockchain como Bitcoin, Litecoin e Dogecoin. Além das moedas monetárias, entretanto, há muitas moedas não monetárias, tais como reputação, intenção a atenção.

Princípios do mercado têm sido empregados para desenvolver métricas para medir moedas não-monetárias como influência, alcance, atenção, autenticidade, engajamento, tomada de ação, spread, conectividade, velocidade, participação, valores compartilhados e presença. Agora, a tecnologia da Blockchain poderia tornar essas moedas não-monetárias em moedas sociais mais mensuráveis, transmissíveis, traçáveis e negociáveis. As redes sociais poderiam se tornar redes econômicas sociais. Por exemplo. A reputação, como uma das principais moedas não-monetáveis, sempre foi um ativo intangível, mas nunca foi imediatamente monetizável a não ser indiretamente como um atributo de capacidade laboral. Entretanto, moedas atreladas a redes sociais podem agora se tornar negociáveis no caso de criptomoedas baseadas na WEB (como a Reddcoin) e outros mecanismos de micropagamentos que não eram factíveis ou escaláveis transnacionalmente usando-se moedas fiduciárias. […]

Dessa forma, benefícios sociais tais como uma sociedade mais colaborativa poderia resultar do que inicialmente poderia ser visto somente como um desenvolvimento de princípios econômicos.

Nesse texto, encontramos pensamentos que lidam com a natureza do momento histórico atual e de como a Blockchain pode canalizar alguns dos seus anseios e canazilá-los para construir um mundo mais colaborativo a partir do que inicialmente não passa de um desenvolvimento de princípios meramente econômicos.

Explorar o desejo humano de ganho pode ser uma forma de incentivar posturas e conceitos não-monetários que podem se tornar lucrativos através das moedas digitais de forma muito mais ampla do que seria possível no universo das moedas fiduciárias.

Por causa da natureza digital das criptomoedas, elas podem ser transferidas e negociadas de forma livre no contexto digital concetando pessoas de todo o mundo ao redor de certas visões e valores comuns entre grupos de pessoas, que podem ser muito mais facilmente recompensados monetariamente por suas habilidades e posturas.

Aquilo que inicialmente pode soar como uma grande competição cruel pelo Bitcoin, o dinheiro digital por excelência, pode terminar se desenvolvendo numa cultura mais ampla de colaboração, se esta for recopensada financeiramente acima de posturas mais predatórias.

Construir um novo mundo através dessa tecnologia pertence a cada um dos envolvidos.

Acesse https://newc.com.br e faça parte da revolução das criptomoedas!